Digo não, ao boicote à JBS

O povo brasileiro não aguenta mais pagar as contas da corrupção. E o boicote as marcas da empresa JBS é mais uma delas. No auge da emoção, não paramos para pensar que estes senhores, estão pouco se importando com o boicote dos seus produtos. A maior parte, cerca de 80%, do patrimônio do grupo está fora do Brasil, As empresas dominam o mercado em vários países. O dinheiro do BNDS que deveria ser usado para fortalecer a nossa indústria, criar mais empregos, foi utilizado de maneira fraudulenta. O nosso governo é uma máquina utilizada para financiar a corrupção. Boicotar as marcas que fazem parte do grupo só vai servir para enfraquecer o agro negócio, desestabilizar o mercado financeiro e quem vai pagar essa conta, serão os funcionários dessas empresas, que serão demitidos. O Brasil já perdeu tudo que tinha para perder. Manter as empresas aqui, gerando empregos e impostos é a única forma de conseguir aplacar, um pouco, os prejuízos. Recuperar tudo o que foi roubado, é história para boi dormir. Mandar os dois para cadeia, esquece também. A justiça brasileira não consegue fechar essa conta, devolver aos cofres públicos tudo o que nos foi roubado por esses e por tantos outros. No momento a melhor coisa a fazer, é manter essas empresas funcionando e o povo empregado. O agro negócio é o único setor da economia que está de pé, se a gente derrubar, todo mundo perde. No fim a gente já sabe o que acontece, a falta de concorrência entre as empresas, gera inflação e para baixar a inflação, o governo aumenta ainda mais os juros, gerando mais recessão.  A melhor estratégia é continuar consumindo com moderação. Os irmãos e tantos outros, estão em Nova York, gastando em dólares o que produzimos com muito sacrifício em real.  Acorda Brasil, o discurso é convincente, mas não se engane, são muitos os interesses envolvidos nesse chamado para o boicote, e nenhum deles está preocupado com você, povo brasileiro.

Déa Corrêa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher que é volúvel

Mulher que é atribulada de espírito

Feliz e bem aventurado o homem que tem uma família